Palestra “Urbanismo e Mobilidade”

Porque é projetando que se constrói

 

O Centro Novas Oportunidades da Escola Secundária de Gondomar levou a cabo mais uma ação de formação no âmbito do Referencial de Competências-Chave de Nível Secundário, tendo adotado o nome de núcleo gerador onde se tem verificado necessidade de formação: “Urbanismo e Mobilidade”.

A ideia partiu do par pedagógico de Sociedade, Tecnologia e Ciência, Luísa Marques e Franquelim Moreira, que tiveram como principal objetivo esclarecer alguns conceitos que os candidatos à certificação demonstravam em termos informais, sem, no entanto, adotar a nomenclatura correta.

A ação de formação teve como oradores convidados o Eng.º Mário Leite e o Arq.º Rui Veloso, docentes da nossa escola, que proporcionaram a todos os presentes uma fantástica viagem aos primórdios da civilização, fomentando maior compreensão relativamente à origem das cidades. Abordou-se ainda temáticas como a origem e decadência das cidades medievais e o impacto da industrialização, trabalhando-se assim o conceito de cidades industriais, bem como os primeiros sistemas de organização dessas mesmas cidades, em consequência de problemas urbanísticos que se foram verificando.

Os presentes tiveram ainda oportunidade de apreender conceitos como “o bairro”, “cidades satélites” e “cidades dormitório”, discutindo-se as características de base bem como a qualidade de vida que estes mesmos espaços podem proporcionar.

Considerando que o urbanismo tem como principais objetivos humanizar as cidades e torná-las mais agradáveis a todos, nesta ação refletiu-se ainda sobre a estreita colaboração que tem que haver entre os urbanistas e os organismos municipais, no desenvolvimento dos Planos Diretores Municipais – PDM. Assim, os oradores enriqueceram ainda mais a sessão, demonstrando as características do PDM enquanto instrumento de apoio à organização das cidades, distinguindo a zona florestal, a zona agrícola, a zona industrial, a zona de proteção (mais conhecida por reserva ecológica), a zona de transição, a zona edificand (zona de construção) e zona não edificand.       

Para finalizar, foram apresentados dois projetos onde foi possível perceber a importância do contexto urbano envolvente e as regras de PDM, como sendo a “Casa Chão das Giestas”, projeto desenvolvido entre 2003 e 2006 e o “Conjunto de Habitações na Travessa de Salgueiros, Porto”, projeto executado entre 1996 e 2008. Proporcionou-se desta forma um momento mais prático, onde foi possível trabalhar os conceitos até então abordados.

Antes de findada a palestra possibilitou-se ainda um espaço de discussão. A assistência foi presenteada com material teórico, fruto da revisão à literatura feita pelos oradores, possibilitando a consulta de material fidedigno aquando o desenvolvimento do Portefólio Reflexivo de Aprendizagens, demonstrando as competências adquiridas, não esquecendo que por competência entende-se a mobilização do conhecimento.

Documentos da sessãoUrbanismo e Mobilidade

Raquel Azevedo

Profissional de RVC

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s