Um poema

8 de Março – Dia Internacional da Mulher

Para descrever uma mulher
Não é do jeito que se quer:
Primeiro tem que ser sensível,
De outro modo é impossível.
 
Mulher!
Tudo o homem pode ter
Mas sem ela não sabe viver;
Às vezes só quer protecção
Procurando simples atenção.
 
Mulher!
De um lado é corpo e sedução
De outro é força e coração;
É fera e sabe magoar
Mas é a primeira a perdoar.
 
Mulher!
Parecendo um ser frágil
Nos seus actos é ágil;
Tem do domínio o poder
Sem o dar a conhecer.
 
Mulher!
Entre tudo o que existe é principal
Para ela gerar vida é natural
E faz sempre o que bem quer.
É esse o mundo da mulher.
 
Mulher!
Da Divina Natureza surgiu
A única obra-prima que se viu
E das mãos de Deus com ternura
Floresceu esta suprema criatura.
 
Paula Fortuna
(CNO – RVCC,  nível secundário)



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s