As TIC e o processo de RVCC

As TIC e o processo de RVCC

A sociedade de hoje encontra-se em profunda mudança suscitada pelo acelerado avanço tecnológico. A difusão das novas tecnologias está a afectar cada vez mais a forma como nos movemos, comunicamos e trabalhamos, exigindo uma constante actualização a todo o cidadão que pretende manter-se inserido no mundo real pois, quer queiramos quer não, os computadores e a internet são parte integrante da vida de qualquer um de nós. Nas empresas, nas famílias e nas instituições todos procuram o conhecimento tecnológico para que possam ser vencidos os desafios de modernização que enfrentam no dia-a-dia.

Perante a consciência da importância das TIC, quer na vida pessoal quer na vida profissional, levanta-se a questão “Que contributo pode o processo de RVCC dar para a construção de um conhecimento que não se adquiriu ao longo da vida, mas, indubitavelmente, é necessário para melhorar a qualidade de vida do cidadão português?”

O processo de RVCC permite aos cidadãos o Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências adquiridas, em diferentes contextos, ao longo da vida pessoal, social e profissional, abrindo, também, portas para novas aprendizagens e desenvolvimento de novas competências necessárias para a qualificação de cidadãos adultos capazes de corresponder às necessidades da sociedade moderna e do mercado de trabalho. Neste sentido, torna-se premente a aprendizagem formal na área das Tecnologias da Informação e Comunicação.

Destinado a adultos maiores de 18 anos e com experiência profissional o processo de RVCC baseia-se na construção de um portefólio reflexivo onde, tendo em conta um Referencial de Competências-Chave, os candidatos demonstram as competências que adquiriram nas suas experiências de vida e consoante a avaliação feita pelos profissionais dos centros os adultos realizam acções de formação complementar de curta duração que decorrem no próprio centro ou, por vezes, em entidades parceiras com as quais se estabelecem protocolos. Perante a evidência constatada de que grande parte dos adultos do processo de RVCC tem a percepção das suas lacunas no âmbito das tecnologias e sentem motivação para a aprendizagem, TIC é uma área de oferta de formação que no contexto de construção de portefólio traz significado para a nova aprendizagem.

As Tecnologias da Informação e Comunicação no processo RVCC dotam os adultos das novas competências emergentes: o domínio da tecnologia; o acesso à informação; o processamento da informação; a produção de informação. Adultos de todas as idades, adultos com o sonho de verem mais uma realização pessoal ou profissional, que se querem integrados na sociedade da informação fazem a formação TIC com dedicação e empenho e demonstram que nunca é tarde para aprender. Aprender compensa!

Etelvira Figueiredo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s